Mais de 80 mil homens são esperados na Romaria do Terço dos Homens 2020, em Aparecida (SP)

O Santuário Nacional de Aparecida (SP) recebe, de 14 a 16 de fevereiro, a Romaria Nacional o Terço dos Homens. Estão sendo esperados mais de 80 mil homens de todo o Brasil. O evento será acompanhado pelo arcebispo de Juiz de Fora (MG), dom Gil Antôn

O Santuário Nacional de Aparecida (SP) recebe, de 14 a 16 de fevereiro, a Romaria Nacional o Terço dos Homens. Estão sendo esperados mais de 80 mil homens de todo o Brasil. O evento será acompanhado pelo arcebispo de Juiz de Fora (MG), dom Gil Antônio Moreira, nomeado pelo arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), dom Walmor Oliveira de Azevedo, como bispo referencial do movimento. “Quero agradecer a dom Walmor que me enviou a carta de confirmação como bispo referencial do movimento Terço dos Homens em nome da CNBB. É com muita alegria que continuo esse trabalho de apoio e de incentivo à oração do terço em família rezado pelos os homens do Brasil”, relata o bispo. Com o tema ‘Terço dos Homens: Fonte de todas as graças!’e o lema‘Confiantes como Maria’, os grupos terão três dias de programação no Santuário Nacional. A temática quer enaltecer o papel de Maria como intercessora e medianeira junto de seu Filho Jesus. Foto: Thiago Leoon/A12.com Segundo dom Gil, o Terço dos Homens, um movimento de iniciativa do laicato, é um exemplo de fé e devoção. “A oração do terço é a contemplação de Cristo aos olhos e ao pulsar do coração de Maria. Por isso, esse movimento cresce a cada dia porque de um jeito popular e simples, mas certamente muito profundo, esse movimento tem mais de um milhão de homens rezando o terço em todo o território nacional”. A cada ano, a Romaria tem crescido e se tornado referência no Brasil. “Esse é um grande movimento de evangelização porque é uma maneira de contemplar aquilo que a Sagrada Escritura nos diz a respeito do Salvador: Jesus verbo encarnado do Pai”. A missa de abertura da Romaria será às 20h desta sexta-feira, 14 de fevereiro, na Basílica Nacional, e em seguida uma procissão luminosa pela passarela até a Basílica velha onde ocorrerá uma adoração até a meia noite. Já no sábado, a missa solene será às 7h30, transmitida por todo o sistema de comunicação de Aparecida. fonte CNBB

Comentários