Cristo de Cornélio será interditado para evitar aglomerações

O promotor Erinton Cristiano Dalmaso, do Ministério Público de Cornélio Procópio, emitiu uma recomendação administrativa nesta terça

O promotor Erinton Cristiano Dalmaso, do Ministério Público de Cornélio Procópio, emitiu uma recomendação administrativa nesta terça-feira (19) para que o prefeito Amin Hannouche interdite o Monumento Cristo Rei, principal cartão postal do município. A estrutura foi construída na década de 50, tem 23 metros de altura e pesa três mil quilos.

Dalmaso solicitou a medida depois da Polícia Militar, Secretaria Municipal de Saúde e ele mesmo constatarem aglomerações de pessoas no local, que fica no alto da avenida XV de Novembro. A maioria delas não estava com máscaras, desrespeitando decretos que obrigam o procopense a utilizar o equipamento de proteção contra o novo coronavírus.

"Uma parte da população está teimosamente descumprindo as medidas sanitárias preventivas estabelecidas como forma de evitar a propagação da Covid-19. O monumento vem sendo rotineiramente apontado como ponto de encontro. Essa parcela da sociedade não sabe se portar, seja porque prefere a anarquia ou porque não atingiu necessário e elevado grau moral de ver a saúde e a vida do próximo como um valor a ser respeitado", criticou o promotor.

Minutos após ser notificado, o prefeito Amin Hannouche despachou um decreto com as novas diretrizes. Segundo o documento, a interdição será por tempo indeterminado. O estacionamento de veículos no entorno também está proibido. Quem infringir a norma vai pagar cinco mil reais de multa.

Playvolume00:00/00:40bondeTruvidfullScreen


Atualizada às 11h15.

Rafael Machado - Redação Bonde

fonte https://www.bonde.com.br/bondenews/parana/cristo-de-cornelio-sera-interditado-para-evitar-aglomeracoes-517512.html?fbclid=IwAR0x7UgAVGQETu9lyedRe06RZCZz7juj8pEhqpKFKcd1efzuR4Z2gm7_4jI

Comentários